Carregando…

Estratégias para uma boa conservação do solo.

A conservação do solo é uma das principais medidas que um agricultor deve se atentar para evitar a erosão de sua propriedade. Erosão é o processo de desprendimento e arraste acelerado das partículas constituintes do solo, causando assim, o empobrecimento dos mesmos.

A ocorrência de erosão pode provocar poluição e assoreamento dos mananciais. Além disso, a erosão pode causar prejuízos diretos na produção, devido ao desgaste do solo e ao arraste dos insumos agrícolas. O uso e manejo inadequados do solo reduzem também a cobertura vegetal e a infiltração da água no solo, fazendo com que ocorra escorrimento superficial causando a erosão.

Sabendo disso, nós da Biossistec Jr. apresentamos duas principais estratégias de conservação do solo. São elas:

Práticas conservacionistas

Essa prática consiste em modificar o sistema de cultivo, a fim de ter controle da área que sofreu erosão, fazendo com que mantenha ou até aumente a fertilidade do solo.

  • alternância de capinas;
  • cobertura morta;
  • reflorestamento;
  • irrigação;
  • controle de queimadas;
  • recomposição de mata ciliar;
  • drenagem de várzeas;
  • construção de açudes e abastecedouros comunitários;
  • manejo e reforma de pastagens;
  • planejamento da estrutura da propriedade.

Um dos importantes preceitos da Agricultura Conservacionista é a diversificação de culturas (rotação e consorciação de espécies vegetais), pois atua contribuindo com o ciclo biogeoquímico do carbono (C) no solo.

Essa diversificação de espécies vegetais traz inúmeros benefícios à rizosfera, enquanto ajuda na infiltração, permeabilidade, armazenamento e disponibilidade de água; a permeabilidade e disponibilidade de ar; a difusão e armazenamento do calor; a disponibilidade e absorção de nutrientes; o bom crescimento radicular e a resiliência do solo que mantém suas propriedades sob forças internas/externas.

Práticas vegetativas

Nessa, são utilizadas vegetação para a proteção do solo contra a erosão. Onde, temos por exemplo:

  • Plantio Direto
  • Sistema de integração Lavoura Pecuária e Floresta (ILPF)
  • Adubação Quimica e Orgânica
  • Rotação de Culturas
  • Adubação Verde
  • Cultura em Faixas

Onde, basicamente todos são métodos de revestimento do solo, para que ele sofra o mínimo de erosão possível.

Dentre eles, o método de Sistema de integração Lavoura Pecuária e Floresta (ILPF) se torna muito eficiente por ser um sistema que integra a produção de grãos, fibras, carnes, madeira, leite ou até agroenergia, tudo no mesmo local de cultivo. Promovendo assim, além da conservação do solo graças a essa rotatividade de culturas, um bem-estar animal.

Do ponto de vista econômico esse sistema possibilita uma intensificação do uso das terras, aumentando a produtividade e o lucro, além de proporcionar maior diversificação de produtos.

Enquanto na questão social, esse sistema de produção promove a necessidade de melhor capacitação da mão-de-obra (gerando mais renda), criação de empregos diretos e indiretos, além de proporcionar melhores condições de competitividade para propriedades de pequeno e médio porte.

Então, ficou interessado em saber o porquê de fazer uma análise de solo, e como fazer? CLIQUE AQUI!

Te mostramos também como ela é feita, basta CLICAR AQUI!

Para mais informações entre em contato conosco! Ou nos chame via Whatsapp.conservação do solo

 

WhatsApp chat